Livros > Resenhas

Em Busca de Sentido

Viktor Frankl nos diz em seus livros não se dedicar a descrever os horrores dos campos de concentração, pois outros autores já o fizeram melhor.

Mesmo tendo vivido nas piores circunstâncias possíveis e inimagináveis, Frankl mantém a firme crença de que o espírito do homem pode se elevar acima das piores circunstâncias.

A pergunta que muitos podem fazer: como Frankl, confrontando-se com a própria morte e vendo a execução brutal de outros, pode pensar dentro de um campo de concentração que a vida vale a pena viver?

Viktor Frankl argumenta que é a “vontade de sentido” do homem em face ao sofrimento e da dor sem sentido – a vida é sofrimento e, para ter qualquer esperança de sobreviver ou prosperar, devemos encontrar sentido no sofrimento. Para isso, segundo Frankl devemos ter em mente o senso de responsabilidade do nosso sofrimento para que ele não seja em vão.

“Em busca de sentido”, de Viktor Frankl, é um livro que nos mostra que dentro das situações mais extremas somos levados a pensar na citação de Dostoievski feita pelo autor: “Temo somente uma coisa: não ser digno do meu tormento”.

Este é um livro que merece um lugar de destaque na sua estante.


Data: 08 agosto 2016 (Atualizado: 08 de agosto de 2016) | Tags: Fatos reais


< Liquidação Minha Luta 1: A Morte do Pai >