Livros > Resenhas

Deixa Comigo

O que você faria se recebesse como missão achar uma pessoa chamada Juan Perez, na verdade um pseudônimo, em uma cidade chamada Penúrias dono de um manuscrito com argumentos contemplativos cujo mote é a demolição de todas as instituições, dos valores, da economia e da cultura do período que abarca desde a luta armada, passa pela ditadura e acaba na democracia uruguaia? Esse manuscrito que apareceu misteriosamente em uma editora não tem dono, mas precisa ser publicado por ordens superiores e você, leitor, foi o escolhido para achar essa agulha no palheiro e recebeu uma quantia considerável para achar esse cidadão que não deixou endereço, nem CEP nada além do pseudônimo.

Por onde você começaria? Provavelmente você iria pegar um ônibus e passar por localidades de nomes bem estranhos como; Miserias, Desgracia, isso até chegar a Penúrias, o destino final dessa estranha viagem. Uma cidade que parece um cenário de faroeste, um povoado fantasma e você resolve se instalar em um hotel chamado: O Grande Hotel Penúrias, um edifício pequeno estilo colonial, limpo. Pois bem, você chega a esse hotel e após horas de viagem você come alguma coisa, dorme e depois acorda e faz aquela clássica pergunta: “Que merda estou fazendo aqui?”


Se você acha que essa missão parece fácil, é bom rever os seus conceitos, Mario Levrero, não vai facilitar sua vida. Ele não entregará de mãos beijadas esse mistério a você. Falará apenas o essencial e toda a história envolvendo esse estranho mistério está muito bem amarrada, portanto, mãos à obra.

Personagens bizarros entrarão na história dessa investigação, como a octogenária senhora cujo andar e pelo ritmo lembrava a “Garota de Ipanema”. Juana um mulherão capaz de abrir a fechadura de corações fechados. Juancito Fiore e muitos outros personagens que compõe essa história misteriosa.

Vamos ao livro? Em brevíssimas palavras podemos resumir esse livro como um livro de mistério. E cabe ao leitor, a curiosidade dentro de uma trama simples, mas muito bem construída, tentar resolvê-lo. O narrador é um escritor e tenta vender sua história para um editor que por falta de verba não o coloca no rol de suas prioridades.

“Escutei, pois sua resignação, sobre as atuais dificuldades da indústria editorial em nosso país, como se fosse uma grande novidade, como se o Gordo (editor) as tivesse descoberto após profundas meditações e pesquisas. Como se existisse uma indústria editorial em nosso país.” (pg. 14)

Em troca das dificuldades uma missão remunerada ao narrador. Tentar descobrir o autor de um manuscrito sob o pseudônimo de Juan Perez. É aquela história, se não pode ganhar o pão de cada dia escrevendo, pelo menos ganhou a possibilidade de receber um dinheiro descobrindo quem é Juan Perez o escritor procurado pelo protagonista pela grande obra que encantou os suecos.. E para faturar algum o protagonista não se faz de rogado: “Deixa Comigo”.

O livro tem uma narrativa rápida e tiradas cômicas, capítulos curtos e uma dose de ironia fina percorre toda a obra. Com bom humor nosso protagonista tentará descobrir quem é Juan Pérez. Um livro que você pode ler em uma tacada só.

O livro foi traduzido por Joca Reiners Terron que escreve o posfácio. Além de uma entrevista imaginária de Mario Levrero sobre o ofício da escrita. O autor nasceu em Montevidéu e morreu na mesma cidade em 2004. Um artista que se interessou por várias coisas ao mesmo tempo. Foi livreiro, fotógrafo, chefe de redação de revistas, autor de textos humorísticos e de histórias em quadrinho. Aliás, sobre esse ofício podemos ver diversas citações no livro sobre suas influências. Flertou com a arte durante toda sua existência. E seu processo criativo, como ele mesmo fala em sua entrevista imaginária, está baseado em sonhos, lembranças nas quais o autor segue as origens desses lampejos.

A Editora Rocco mais uma vez marca um golaço com a coleção “Otra Língua”. Podem “deixar comigo” que eu indico esse romance com muito prazer. Um livro que merece um lugar em sua estante.


Data: 08 agosto 2016 (Atualizado: 08 de agosto de 2016) | Tags: Romance


< O Oceano no Fim do Caminho Esgoto >
Deixa Comigo
autor: Mario Levrero
editora: Rocco

compartilhe

     

você também pode gostar

Resenhas

Grande Sertão: Veredas

Vídeos

Uma praça em Antuérpia

Resenhas

O horror da guerra