Bons Livrinhos > Resenhas

Ode a uma estrela

 

Aqui estamos num dilema: “Ode a uma estrela”, do poeta chileno Pablo Neruda, está indicado para crianças imaginativas ou para adultos que apreciam poesia?

Bem, na dúvida, indicados esse livro para crianças com alma de poetas e para adultos com alma de criança, e temos certeza de que todos ficarão felizes.

A linha entre a poesia e o imaginário infantil muitas vezes é tênue. Muitas vezes, e não são poucas, encontro livros poéticos e delicadamente ilustrados na seção infantil e penso: “Adultos amariam...”. E este é o caso.

Vamos lá!

“Ode a uma estrela” é a estorinha de um homem que, ao subir no terraço de um prédio muito alto, toca o céu. Ao tocar o céu e tomado por um sentimento de extrema felicidade e amor extraordinário. ele pega uma estrela brilhante.

Ele a leva para casa, parecia um cristal de intensa luz, e a guarda debaixo da cama. Mas essa luz o desconcentrava, parecia que ela queria voltar para a noite. Enquanto isso, fora de sua casa, pessoas se concentravam para contemplar aquela luz estranha que viam sair pela janela. Até que ele decide pegar a estrela e devolvê-la para o mundo. Ele a coloca num rio e ela sai pelas águas como se fosse um peixe de luz.

Temos muitas interpretações e leituras para essa historinha. Uma delas é que existem coisas que não devem ser tocadas ou trancafiadas por nós. Elas existem para ser contempladas por todos. São seres ou objetos que pertencem ao mundo, e são muitos: Lua, passarinho, Sol, flores, céu, estrelas, como a do poema.

A historinha nos leva a refletir sobre as belezas que existem para ser contempladas e jamais tratadas como um objeto pessoal. Devemos evitar o sentimento de posse porque a beleza muitas vezes está na liberdade demonstrada pelo objeto em questão e pode não resistir ao sentimento de propriedade que demonstramos. E a felicidade do sentimento de posse pode nos prejudicar.

“Ode a uma estrela” é um livrinho delicado, com uma ilustração elegante. Todos os detalhes acompanham a leveza das palavras de Neruda e fazem desse poema uma porta aberta para muitas reflexões.

Fica a nossa sugestão.

Um livro que merece um lugar na sua estante. Seja você um adulto ou uma criança.

Ou os dois aos mesmo tempo. Não importa. E boa leitura!


Data: 17 outubro 2018 | Tags: Poesia, Infantil


< Um presente do mar Bestiarium Brasilis - monstros e lendas >
Ode a uma estrela
autor: Pablo Neruda
editora: Cosac&Naif
tradutor: Carlito Azevedo
ilustrador: Elena Odriozola

compartilhe

     

você também pode gostar

Resenhas

A Odisseia de Jorge Amado

Resenhas

Casa das estrelas

Resenhas

Ramerrão